Papos sobre literatura, séries, cinema e mais.

segunda-feira, 15 de junho de 2015

E agora Martin?

A quinta temporada de Game of Thrones, da HBO, terminou na noite deste domingo (14). Após um início morno, a série deu uma guinada na reta final e, assim como o oitavo e o novo episódios, trouxe boas cenas de ação na season finale. De todas as finais de temporadas, certamente esta é a que deixou mais ganchos para o próximo ano.

Com menos ação que as temporadas anteriores,  focou mais nas relações políticas de Westeros. Alianças que ainda não ocorreram nos livros, como Tyrion Lannister (Peter Dinklage) e Daenerys Targaryen (Emilia Clarke), se formaram, e cenas polêmicas foram introduzidas, que dividiram as opiniões dos fãs.

Mas, acima de tudo, o grande trunfo do quinto ano da série foi se desligar quase completamente dos livros. Cenas como a épica batalha da Patrulha da Noite contra o exército de zumbis de gelo, o polêmico estupro de Sansa Stark (Sophie Turner), cenas que, mesmo não ocorrendo na fonte original, serviram para dar mais profundidade às tramas dos personagens, mostrando também os tons mais escuros das personalidades de cada um.


Nomes como Jon Snow (Kit Harington) e Arya Stark (Maisie Williams), por exemplo, finalmente aceitaram fazer o que é necessário para sobreviver em Westeros, sendo agora moldados pelo mundo em que vivem. Além da própria Daenerys, que com o auxílio de Tyrion, se prepara para reclamar o Trono de Ferro, ganhando controle sobre seus dragões. Para o último episódio, tanto Martin quanto os produtores já prometeram ao menos uma morte chocante.

As mudanças da trama, apesar das críticas dos fãs, também não abalaram o escritor: "Os livros são os livros e os filmes são os filmes. Não tem como ser igual, são duas maneiras diferentes de contar a mesma história", afirmou Martin em entrevista recente. Atenção, não leia se quiser evitar possíveis spoilers. Muitos fãs notaram que o título do episódio de hoje, Mother's mercy (Misericórdia materna, em tradução livre), pode sugerir uma aparição da personagem Lady Stoneheart, que nos livros é uma versão zumbi de Catelyn Stark, morta no polêmico "Casamento Vermelho" da terceira temporada.

Aos fãs, resta aguardar e torcer por mais cenas de ação, que tanto fizeram falta ao longo temporada e, claro, esperar que seu personagem favorito não morra.


Valar Morghulis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos sua visita. Confira outros posts sobre este assunto. Deixe aqui o seu comentário, crítica, sugestão. Curta o Um Fílosofo na Web no Facebook e siga no Twitter ou Instagram. Obrigado!

: PARCEIROS :

Grupo Editorial Autêntica

Editora Novo Conceito

Seguidores