Papos sobre literatura, séries, cinema e mais.

sábado, 23 de abril de 2016

23 de Abril - Dia do Livro



Dentre todos os diversos instrumentos inventados pelo homem, o mais assombroso e fascinante é o livro. Todos os demais são extensões de nosso corpo ferramentas que se tornam obsoletas. Só o livro é uma extensão da imaginação e da memória. Quando os primeiros europeus aportaram em nossas terras, a maior fonte de estupefação de nossos indígenas não eram nem as balas ou canhões, eram os livros. Os homens que chegavam em "enormes barcos" se comunicavam e se entendiam por um artefato que os índios não compreendiam. Imaginem o estarrecimento de um índio ouvindo um europeu, recém chegado, lendo um livro que contava todas suas façanhas e as de seus antepassados. Aquela "caixa" de papel guardava a memória dos seus familiares, do seu povo. 23 de abril deveria ser comemorado em todas as escolas do país, em todas as faculdades... em todos os santuários dedicados ao saber. A sabedoria decorrente da transmissão oral é rasa, improfícua e as vezes até traiçoeira. Somente com os livros nos emancipamos e conquistamos a liberdade.

Passas esse dia sem aproveitar um bom livro, sem ao menos abrir um nem que seja para limpá-lo ou ver possíveis ilustrações deveria constar como algum tipo de pecado, sacrilégio ou pequeno delito. Visto que hoje estamos sendo banhados pela violência e a ignorância, das favelas ao Senado. Hoje é um dia perfeito para refletir sobre esse instrumento, sua versatilidade e sua importância para nossa sociedade.

P. S. Moisés, fica a dica. na próxima não esqueça o XI mandamento: "TU LEIRAS".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos sua visita. Confira outros posts sobre este assunto. Deixe aqui o seu comentário, crítica, sugestão. Curta o Um Fílosofo na Web no Facebook e siga no Twitter ou Instagram. Obrigado!

: PARCEIROS :

Grupo Editorial Autêntica

Editora Novo Conceito

Seguidores