Papos sobre literatura, séries, cinema e mais.

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Resenha - Peter Pan Vol. 1, Loisel


Sempre fico inseguro com recriações, releituras e adaptações. Mas desta vez não. Encontrei uma obra que não peca em inovação. A obra de Régis Loisel sem dúvida o evidencia como um dos mais importante quadrinista europeus das últimas duas décadas. Os fãs de quadrinhos e grandes HQs não ficarão descontentes, ao contrário, se surpreenderão. Leitores e leitoras, eu lhes apresento o Peter Pan de Loisel.

A historia de J. B. Barrie não é algo novo, todo mundo conhece ou já deve ter ouvido falar do clássico sobre "o menino que não pode crescer", então você deve estar se perguntado o que tem de novo neste livro? Qual o diferencial? Se você ignorar a riqueza de detalhes produzidos por Loisel verá que esta versão não é como a dezenas reproduções feitas para o cinema ou para desenhos animados. O Peter Pan de Loisel vive em um mundo mais "real", em uma visão adulta. As verdades que são escondidas no clássico infantil saltam a vista em cada quadrinho das 122 páginas do primeiro volume (isso mesmo, tem muito mais por aí). Peter é um menino de rua tentando sobreviver na Londres do final do século XIX. Convivendo com crianças sem infância, obrigadas assim a amadurecerem para resistir a um mundo cruel, expostas a todo tido de degradação e violência. O tipo de visão que os filmes Disney não mostram (deixaria seus pais/filhos de cabelo em pé).

O visual da obra não é a única coisa que amadureceu, a linguagem também está mais elevada, o que faz com que leitores não tão infantis e nem tão modernos se surpreenderão com alguns diálogos. Que por sinal completam perfeitamente as ilustrações e ajudam no deslocamento da visão do leitor pelas páginas.

Detalhes do Livro:

Título Peter Pan - Vol. 1
Autor Régis Losiel
Páginas 112
Capa Capa Dura
Editora Nemo
Categoria História em Quadrinhos
Idioma Português
Gênero Aventura/Adulto

Nota: 4 Estrelas

Veredito:


Como disse logo no começo a leitura de adaptações sempre causa uma certa insegurança, porém, fiquei muito satisfeito com o que vi. Uma releitura primorosa de um clássico infantil numa visão adulta que impressiona não apenas pela técnica e riqueza dos desenhos, mas também pelo nível da linguagem. É sem duvida uma ótima pedida para leitores de quadrinhos iniciantes como também para que já se empolga pela leitura das quatro dimensões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos sua visita. Confira outros posts sobre este assunto. Deixe aqui o seu comentário, crítica, sugestão. Curta o Um Fílosofo na Web no Facebook e siga no Twitter ou Instagram. Obrigado!

: PARCEIROS :

Grupo Editorial Autêntica

Editora Novo Conceito

Seguidores