Papos sobre literatura, séries, cinema e mais.

quarta-feira, 30 de março de 2016

Cadê o Português?

Uma provocação acerca do isolamento que pode separar duas nações unidas pela mesma língua.


Essa pergunta titular serve não apenas sobre o questionamento da nossa língua, como também para questionar onde estão os autores portuguese. Pois não bastasse o isolamento causado pela mídia literária e o desinteresse dos alunos, agora vem as discussões políticas educacionais que pretendem por fim a obrigatoriedade do estudo de autores portugueses nas escolas públicas.

Gostaria de começar deixando claro que sou totalmente a favor de uma retomada e valorização de nossa literatura, de uma maior apresentação e apreciação de escritores nacionais na mídia e no mercado. Contudo, a forma como o debate está sendo discutido me parece muito mais voltado para uma questão de "jeitinho brasileiro" do que realmente preocupado com centralização do conteúdo.

Como o Governo tem anunciado cortes e mais cortes na Educação, fechando bibliotecas escolares e praticamente assassinando a cultura literária com programas de adestramento dos alunos na gramática e praticamente apagando o ensino de Literatura nas escola o que em si já é um verdadeiro retrocesso não apenas da cultura, mas também do ensino.

Uma última provocação, o que pensaríamos dos EUA se não fizessem os seus estudantes do ensino médio ler Shakespeare? Ou dos países ibero-americanos de língua espanhola se ignorassem a grandeza literária de Cervantes?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos sua visita. Confira outros posts sobre este assunto. Deixe aqui o seu comentário, crítica, sugestão. Curta o Um Fílosofo na Web no Facebook e siga no Twitter ou Instagram. Obrigado!

: PARCEIROS :

Grupo Editorial Autêntica

Editora Novo Conceito

Seguidores